Madeiras para Corpos

-----  Louro Freijó  -----

Peso:
Corpo de Stratocaster - Entre 1,9 e 2,5Kg
Densidade média: 0,46g/cm³

Madeira:
Madeira áspera ao toque, mas de fácil corte e lixamento. Ótima para acabamentos com tingimento ou verniz natural.
Possui veios muito bonitos e característicos, sendo comum também, apresentar manchas escuras em pontos aleatórios.
É uma madeira de tonalidade castanha clara. Algumas pinturas como Sun Bursts podem ficar diferente do esperado.



Exemplo de Sun Burst no Freijó:


Créditos da imagem: Music Kolor


-----  Mogno  -----

Peso:
Corpo de Stratocaster - Entre 1,9 e 2,6Kg
Densidade média: 0,62g/cm³

Madeira:
Madeira fácil trabalhar, serrar e até de esculpir, por ser homogênea na maioria dos casos. Quando plainada ou lixada, sua superfície se torna lisa, e lustrosa mas com pequenos poros abertos.
Geralmente aparece em pedações homogêneos sem muita figuração, com peso médio. Ou em peças bastante figuradas com densidade mais alta.






-----  Ash  -----

Madeira importada da America do Norte. Reconhecida principalmente por ser usada, assim como o Alder, nos instrumentos Fender ao longo da história. Conhecida pelo timbre agudo e estalado, típico das Stratos e Teles.
Geralmente se encontra em duas sub espécies, conhecidas no ramo da Lutheria como Hard Ash, e Swamp Ash:

 Hard Ash, ou White Ash.

Peso:
Corpo de Stratocaster - Entre 2.7 e 3,3Kg
Densidade média: 0,70g/cm³

Madeira:
Madeira com superfície irregular, onde os veios escuros e aparentes são mais densos e a parte clara mais macia, o que dificulta acabamentos lisos e uniformes, e dá mais trabalho tambem na pintura.

Veios muito bonitos e destacados, ficam bem com qualquer tipo de pintura.
Hard Ash costuma vir para o Brasil através de importadoras que trazem a madeira para uso em outros fins,  portanto é amplamente usada na maioria dos instrumentos nacionais de Ash, por ser assim mais facil de conseguir e mais barata em relação ao Swamp Ash.





Swamp Ash:

Peso:
Corpo de Stratocaster - 1,8Kg
Densidade média: 0,40g/cm³

Madeira:
Estéticamente parecida com o Hard Ash, mas em geral menos densa, ainda que possuindo a mesma caracteristica da diferença de densidade entre os veios da madeira.
Uma árvore menor e muito menos abundante. Aos poucos vem sendo menos usada pelas fabricantes, por conta da escassês e preços que se multiplicam sem parar.
Além disso, para construção de instrumentos, necessita que se importem blocos separadamente, que com frete e taxa de importação, encarecem bastante a madeira.






-----  Alder  -----

Peso:
Corpo de Stratocaster - 2,0Kg
Densidade média: 0,50g/cm³

Madeira:
Madeira relativamente simples, bastante uniforme e sem veios aparentes na maioria das vezes. Bastante usado nos instrumentos Fender, e daí sua fama.
Assim como o Swamp Ash, madeira que acaba ficando bastante cara no Brasil, sendo possível conseguir apenas com importação de peças diretamente da América do Norte.



-----  Cedro Rosa  -----

Peso:
Corpo de Stratocaster - Entre 1,6 e 2,3Kg
Densidade média: 0,50g/cm³

Madeira:
Madeira muito comum na lutheria brasileira, em corpos e braços de guitarras e violões mais antigos.
Algumas peças chegam a parecer muito com o clássico Mogno.
Após o acabamento, fica com uma cor castanha, perdendo qualquer tom rosado da madeira.



Blocos de Cedro variam demais em densidade e aparência, podendo aparecer nas seguitnes variações:

Densidade: 0,39g/cm³
Superfície macia, sem veios muito aparentes, madeira muito leve. Em torno de 1,8Kg.


Densidade: 0,537g/cm³
Madeira áspera, veios mais destacados, densidade moderada. Em torno de 2,2Kg



Densidade: 0,537g/cm³
Madeira lisa, muito parecida com o Mogno, capaz de enganar facilmente, às vezes sendo possível distingui-las apenas pelo cheiro. Em torno de 2,2Kg

Na foto acima, por comparação, Blocos A, B, E e F são Cedro. C e D são Mogno.


-----   Marupá   -----

Peso:
Corpo de Stratocaster - 1,7Kg
Densidade média: 0,40g/cm³

Madeira:
Madeira leve e Porosa.
Homogênea e fácil de trabalhar. Tradicional na luthieria brasileira.




-----   Kiri (Também chamada Paulownia)  -----

Peso:
Corpo de Stratocaster - 1,6Kg
Densidade média: 0,35g/cm³

Madeira:
Sua principal vantagem sem dúvida é o peso, talvez a madeira mais leve que se use em guitarras.
A melhor opção em instrumentos onde o conforto seja prioridade.
Madeira muito pouco densa e ainda com diferença de densidade ao longo da peça, como acontece com o Ash. As vezes difícil de se atingir bordas com arredondamentos bem nivelados por conta disso.
 Facilita pinturas translúcidas, por ser clara e com veios bonitos, lembram um pouco os traços do Ash.
Esta madeira não suporta os pivôs de pontes tremolo, como floyds por exemplo, sendo necessário, enxertar uma madeira mais densa na região dos pivôs.




 
(54) 99225 2612

CNPJ: 41.482.877/0001-43 - Nova Petropolis - RS - Desde 2014